Como armazenar arquivos nas Nuvens – “cloud computing”

Como armazenar arquivos nas Nuvens - “cloud computing”

Estamos habituados a utilizar aplicações instaladas em nossos próprios computadores, assim como a armazenar arquivos e dados dos mais variados tipos neles. No ambiente corporativo, este cenário é um pouco diferente, já que nele é mais fácil encontrar aplicações disponíveis em servidores que podem ser acessadas por qualquer terminal autorizado por meio de uma rede.

A principal vantagem deste modelo está no fato de ser possível, pelo menos na maioria das vezes, utilizar as aplicações mesmo sem acesso à internet ou à rede. Em outras palavras, é possível usar estes recursos de maneira off-line. Entretanto, todos os dados gerados estão restritos a este computador, exceto quando compartilhados em rede, coisa que não é muito comum no ambiente doméstico. Mesmo no ambiente corporativo, esta situação pode gerar algumas limitações, como a necessidade de se ter uma licença de um determinado software para cada computador, por exemplo.

A evolução constante da tecnologia computacional e das telecomunicações está fazendo com que o acesso à internet se torne cada vez mais amplo e cada vez mais rápido. Em países mais desenvolvidos, como Japão, Alemanha e Estados Unidos, é possível ter acesso rápido à internet pagando-se muito pouco. Esta tendência cria a condição perfeita para a popularização da cloud computing, fazendo com que o conceito se torne conhecido no mundo todo, inclusive no Brasil.

Não é necessário baixá-los pelo fato de estarem armazenados “nas nuvens”. Isso também vale para os sites que armazenam álbuns de fotos, como o Flickr ou Picasa. Esse sistema vem sendo cada vez mais utilizado pelas empresas, como uma maneira de reduzir os seus custos com manutenção e com servidores.

Isso acontece porque na computação em nuvem, para ter acesso aos seus arquivos, é preciso que o usuário conte apenas com um computador, smartphone ou tablet para que possa se conectar a todos os seus dados que podem ser acessados de maneira remota, ou seja, de qualquer lugar.

E para se ter acesso a esses arquivos é que foram desenvolvidos os serviços de armazenamento em nuvem, como o Dropbox, o iCloud, da Apple, o SkyDrive, da Microsoft e o Google Drive, lançado recentemente pelo Google.

Como armazenar arquivos nas Nuvens – “cloud computing”